29 de ago de 2012

"E o tempo se rói com inveja de mim"


Oi pessoal!Tudo bom?
Seguindo a linha do poust de semana passada hoje eu vou falar de:

Hilda Furacão(1998)

“Ninguém foge do seu destino”

O cenário é a Belo Horizonte dos anos 60,onde a Garota do Maiô Dourado brilha nas piscinas do mais tradicional clube,Hilda(Ana Paula Arósio) está de casamento marcado,mas por curiosidade vai a uma cartomante que lhe conta seu trágico destino.Revela que a moça não irá se casar e que antes de ser feliz haverá de sofrer muito,e que ela saberá que o homem de seu destino chegou quando ela perder seu sapato preferido.Hilda não leva as revelações a sério e no dia do seu casamento,já vestida de noiva,com todos a esperando na igreja,ela desiste.Foge da família e noivo,indo parar na zona boêmia da cidade e se hospedando no Maravilhoso Hotel,um prostíbulo bastante frequentado.
Em meio a triste história de Hilda,acompanhamos também a do jovem frei Malthus(Rodrigo Santoro) que dizem ser santo,mas nunca fez nenhum milagre.
Hilda se torna a sensação do Maravilhoso Hotel,fazendo o quarto 304 ser o desejo de milhares de homens.Tendo em vista isso,a Igreja faz um forte manifesto,com frei Mauthus a frente,para limpar os pecados da zona boêmia.
E lá o frei e a prostituta se encontram pela primeira vez,sob uma forte chuva os dois tem uma terrível briga,um raio cai e um incêndio se inicia,o lugar está uma confusão e,no momento de sua fuga,Hilda perde seu sapato preferido.


Gente,essa minissérie é lin-da!Minha mãe tinha um grande preconceito pela personagem principal ser uma prostituta,sempre achou de mau gosto,reclamou muito quando eu comprei o Box da série.Um dia eu chego em casa e ela está assistindo aos prantos dizendo que o amor de Hilda e Mauthus era coisa de almas-gémeas!


Na verdade “Hilda Furacão” é um livro(que eu já li) de Roberto Drummond que mescla ficção e realidade,diz meu avô que o caso da Hilda foi real.O autor romantizou boa parte do enredo e coube à Glória Perez adaptar o livro para televisão.O livro é totalmente escrito pela visão de Roberto(Danton Mello) que foi o repórter responsável por divulgar o “caso Hilda”,era amigo de infância do frei Mauthus também.Já a minissérie,por mais que tenha a narração do repórter,temos a visão geral dos acontecimentos,não deixando subentendido como no livro.

Além de Roberto,temos outros personagens reais,como o travesti Cintura Fina(Matheus Nachtergaele)e muitos outros,já que o autor colocou muitas personalidades políticas da época.Esqueci de comentar isso antes,em paralelo os acontecimentos de Hilda,começam os movimentos dos jovens a favor da revolução comunista no Brasil,o que deu gerou ao famoso Golpe de 64,o início da Ditadura Militar.

Tenho que deixar registrado que esse foi o personagem do Rodrigo Santoro que eu mais gostei,até hoje.Quando eu assisti Hilda,ele já era um ator consagrado,mas mesmo com tantos papeis até no exterior,a inocência e doçura do frei Mauthus criaram em mim uma simpatia muito grande pelo ator.



Uma minissérie romântica e sensível,para quebrar todos os nossos preconceitos,mostrando que o para o amor não existem fronteiras.

                                                                  “O que Deus risca,ninguém rabisca”



26 de ago de 2012

Look do dia : Paetê + Skull !

Blusa - Loop Ateliê  Especial A Vida Mais Cor de Rosa
Saia - Loop
Sapatilha - Sapatella
 

Bijus - Loop Ateliê 

Pra mostrar que paetê pode ser usado de dia sim ! Com moderação e com boas escolhas de complemento.

Xoxo :-)

25 de ago de 2012

23 de ago de 2012

É tudo uma choldra ignóbil!


Oi pessoal!Tudo bom?

Hoje eu quero dar uma dica de uma minissérie nacional expetacular!

 Os Maias(2001)

O enredo fala sobre duas gerações da tradicional família Maia de Lisboa.
Primeiro somos apresentados ao jovem Pedro que se enamora perdidamente pela geniosa Maria Monforte,mas seu pai,Don Afonso,o proíbe de levar adiante esse amor,pois a riqueza do pai de Maria é oriunda de vendas de escravos,a moça é constantemente chamada de “A Negreira”,graças a isso.Perdidamente cego de amor,Pedro junta suas economias e foge com Maria e o pai dela.Eles moram em um lindo palacete onde Maria,maravilhosa anfitriã,oferece grandes bailes e sarais.Nesse período eles tem sua primeira filha e menos de um ano depois um menino.Maria nunca se conforma com a condição de mãe e logo após conceber o segundo filho,foge com um italiano,levando a menina e deixando o menino para Pedro.Desesperado,ele volta para a casa do pai.
Na segunda parte conhecemos Carlos Eduardo,filho de Pedro e Maria,recém formado em medicina,começa os preparativos para montar seu consultório,meio a contragosto do avô,pois com sua fortuna,não há necessidade de Carlos trabalhar.Nessa época,chega a Lisboa a belíssima Maria Eduarda,acompanhada de sua filha e seu marido,a menina adoece e Carlos é chamado para socorrê-la,nesse dia Carlos e Maria Eduarda se conhecem e a partir dali gera-se uma paixão avassaladora.Maria Eduarda se separa de seu marido e passa a morar em uma bela casa aos cuidados de Carlos,que ainda mora com o avô.Ao saber do amor do neto Don Afonso é completamente contra,principalmente tendo na memória o drama vivido por seu filho.

Ufa!Quanta coisa!Mas “Os Maias” é assim!Cheio de histórias e romances!Tudo que uma boa minissérie deve ter!

“Os Maias” é uma adaptação feita por Maria Adelaide Amaral do lindíssimo livro de Eça de Queiroz.Temos um elenco impecável com Fábio Assunção como Carlos Eduardo, Ana Paula Arósio como Maria Edurda, Leonardo Vieira como Pedro e grandessíssimo elenco.

 

Eu,como já assisti mais de seis vezes,gosto de destacar o figurino impecável,e a lindíssima fotografia,além de sets de filmagem originais,como Cintra(que é uma cidade linda!),acho interessante o tom amarelado que é constante em toda a série.Raros são os contrastes,mas quando eles existem,são lindos e comentados durante a narrativa como,por exemplo,a “sombrinha escarlate de Maria Monforte”.

 

Tenho certeza que “Os Maias” vai surpreender o público desavisado,além de encantar e cativar.

 

Havendo interesse eu indico totalmente o romance de mesmo nome de Eça de Queiroz que eu amo!


Antes de terminar,gostaria de lhes dizer que hoje eu sou frande fã de Fados,graças a essa Minissérie,quem tiver interesse busque o grupo Madredeus que é bárbaro!

 

Se você gosta de intrigas e paixões,”Os Maias” é a pedida certa.

20 de ago de 2012

Unha da Semana : Picolé




Não reparem na boa vontade da pessoa de limpar a unha,tinha acabado de passar o verniz ! 





Corzinha com gosto de verão né ? Foi amor a 1ª vista.

Boa semana pra todas !
xoxo :-)

15 de ago de 2012

"Quando o dedo aponta para o céu,o idiota olha o dedo"

Oi pessoal,tudo bom?

Fiquei devendo o poust de semana passada,né...muito feio da minha parte,desculpem-me.

Hoje eu quero falar de um filme que eu adoro;

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain( Le fabuleux destin d'Amélie Poulain ) 2001

Vamos conhecer a história de Amelie,uma menina que cresceu isolada das outras crianças,porque seus pais achavam que ela tinha um problema de coração,então foi alfabetizada em casa por sua mãe,que morre durante sua infância.
Quando se tornou adulta,Amelie mudou-se para o bairro de Montmartre em Paris onde passou a trabalhar como garçonete.
Certo dia,no banheiro de seu apartamento ela encontra uma antiga caixinha com brinquedos do antigo morador.Ela decide,então,procura-lo para entregar o seu  tesouro,de forma anônima e,depois de ver que ele chora com as lembranças daquela pequena caixa,Amelie reformula sua visão do mundo.
Após o acontecido,Amelie passa se dedicar a realizações de pequenos atos afim de tornar as pessoas mais felizes,o que dá um novo sentido a sua existência.
Em uma dessas ajudas,Amelie conhece um homem que muda completamente a sua vida.

Gente,eu acho esse filme lindo!Amelie(Audrey Tautou) é uma personagem tão sensível,que mescla a vida real com a de sua imaginação.Acho maravilhoso o fato de ser um filme narrado,fica com um ar antigo.

Um fato muito interessante é que na maioria das apresentações dos peresonagens fala-se as suas coisas preferidas.
Pode-se destacar também,que na fotografia desse filme existe uma sobreposição das cores vermelho e verde que disputam nossa atenção em vários momentos.O diretor(Jean-Pierre Jeunet),afirma que essas cores foram inspiradas no trabalho do pintor brasileiro Juarez Machado e também faz menção a Vincent van Gogh..
Além de muitos outros, O Fabuloso Destino de Amélie Poulain foi indicado ao Oscar em 5 categorias: Melhor Filme Estrangeiro, Melhor Direção de Arte, Melhor Fotografia, Melhor Som e Melhor Roteiro Original.
Tenho certeza que depois de assistir O Fabuloso Destino de Amélie Poulain,vocês também terão uma nova visão do mundo.

                              Impossível não se apaixonar com Amelie.

14 de ago de 2012

Unha da Semana : Meia Lua .

 Quem me acompanha pelo Instagram #segue lá @pris2cesa  sabe que a unha da semana embora esteja pequenininha :( é uma fofura ! A meia lua que está em "alta" graças ao remake de Gabriela e que vem ganhando seu espaço.

Meu Passo-a-passo.


Finalizada 

E ai ? Fariam ou não ?

xoxo :-)

4 de out de 2012

Look Do Dia

Blusa : Loop ateliê
Calça : Loop ateliê
Slipper: Di Santini
Bijus:Loop Ateliê

1 de out de 2012

Look Do Dia : Lolita dos EUA

Blusa : Loop ateliê
Saia: Love Rio
Sapatilha: Sapatella

29 de ago de 2012

"E o tempo se rói com inveja de mim"


Oi pessoal!Tudo bom?
Seguindo a linha do poust de semana passada hoje eu vou falar de:

Hilda Furacão(1998)

“Ninguém foge do seu destino”

O cenário é a Belo Horizonte dos anos 60,onde a Garota do Maiô Dourado brilha nas piscinas do mais tradicional clube,Hilda(Ana Paula Arósio) está de casamento marcado,mas por curiosidade vai a uma cartomante que lhe conta seu trágico destino.Revela que a moça não irá se casar e que antes de ser feliz haverá de sofrer muito,e que ela saberá que o homem de seu destino chegou quando ela perder seu sapato preferido.Hilda não leva as revelações a sério e no dia do seu casamento,já vestida de noiva,com todos a esperando na igreja,ela desiste.Foge da família e noivo,indo parar na zona boêmia da cidade e se hospedando no Maravilhoso Hotel,um prostíbulo bastante frequentado.
Em meio a triste história de Hilda,acompanhamos também a do jovem frei Malthus(Rodrigo Santoro) que dizem ser santo,mas nunca fez nenhum milagre.
Hilda se torna a sensação do Maravilhoso Hotel,fazendo o quarto 304 ser o desejo de milhares de homens.Tendo em vista isso,a Igreja faz um forte manifesto,com frei Mauthus a frente,para limpar os pecados da zona boêmia.
E lá o frei e a prostituta se encontram pela primeira vez,sob uma forte chuva os dois tem uma terrível briga,um raio cai e um incêndio se inicia,o lugar está uma confusão e,no momento de sua fuga,Hilda perde seu sapato preferido.


Gente,essa minissérie é lin-da!Minha mãe tinha um grande preconceito pela personagem principal ser uma prostituta,sempre achou de mau gosto,reclamou muito quando eu comprei o Box da série.Um dia eu chego em casa e ela está assistindo aos prantos dizendo que o amor de Hilda e Mauthus era coisa de almas-gémeas!


Na verdade “Hilda Furacão” é um livro(que eu já li) de Roberto Drummond que mescla ficção e realidade,diz meu avô que o caso da Hilda foi real.O autor romantizou boa parte do enredo e coube à Glória Perez adaptar o livro para televisão.O livro é totalmente escrito pela visão de Roberto(Danton Mello) que foi o repórter responsável por divulgar o “caso Hilda”,era amigo de infância do frei Mauthus também.Já a minissérie,por mais que tenha a narração do repórter,temos a visão geral dos acontecimentos,não deixando subentendido como no livro.

Além de Roberto,temos outros personagens reais,como o travesti Cintura Fina(Matheus Nachtergaele)e muitos outros,já que o autor colocou muitas personalidades políticas da época.Esqueci de comentar isso antes,em paralelo os acontecimentos de Hilda,começam os movimentos dos jovens a favor da revolução comunista no Brasil,o que deu gerou ao famoso Golpe de 64,o início da Ditadura Militar.

Tenho que deixar registrado que esse foi o personagem do Rodrigo Santoro que eu mais gostei,até hoje.Quando eu assisti Hilda,ele já era um ator consagrado,mas mesmo com tantos papeis até no exterior,a inocência e doçura do frei Mauthus criaram em mim uma simpatia muito grande pelo ator.



Uma minissérie romântica e sensível,para quebrar todos os nossos preconceitos,mostrando que o para o amor não existem fronteiras.

                                                                  “O que Deus risca,ninguém rabisca”



26 de ago de 2012

Look do dia : Paetê + Skull !

Blusa - Loop Ateliê  Especial A Vida Mais Cor de Rosa
Saia - Loop
Sapatilha - Sapatella
 

Bijus - Loop Ateliê 

Pra mostrar que paetê pode ser usado de dia sim ! Com moderação e com boas escolhas de complemento.

Xoxo :-)

25 de ago de 2012

Look do Dia : Short DYS !

Blusa - Loop
Short - DYSCinto - Loop Ateliê
Bijus - Loop Ateliê
Sneaker - Renner 

Uma mistura de Pop com Rock ! 

Xoxo :-)

23 de ago de 2012

É tudo uma choldra ignóbil!


Oi pessoal!Tudo bom?

Hoje eu quero dar uma dica de uma minissérie nacional expetacular!

 Os Maias(2001)

O enredo fala sobre duas gerações da tradicional família Maia de Lisboa.
Primeiro somos apresentados ao jovem Pedro que se enamora perdidamente pela geniosa Maria Monforte,mas seu pai,Don Afonso,o proíbe de levar adiante esse amor,pois a riqueza do pai de Maria é oriunda de vendas de escravos,a moça é constantemente chamada de “A Negreira”,graças a isso.Perdidamente cego de amor,Pedro junta suas economias e foge com Maria e o pai dela.Eles moram em um lindo palacete onde Maria,maravilhosa anfitriã,oferece grandes bailes e sarais.Nesse período eles tem sua primeira filha e menos de um ano depois um menino.Maria nunca se conforma com a condição de mãe e logo após conceber o segundo filho,foge com um italiano,levando a menina e deixando o menino para Pedro.Desesperado,ele volta para a casa do pai.
Na segunda parte conhecemos Carlos Eduardo,filho de Pedro e Maria,recém formado em medicina,começa os preparativos para montar seu consultório,meio a contragosto do avô,pois com sua fortuna,não há necessidade de Carlos trabalhar.Nessa época,chega a Lisboa a belíssima Maria Eduarda,acompanhada de sua filha e seu marido,a menina adoece e Carlos é chamado para socorrê-la,nesse dia Carlos e Maria Eduarda se conhecem e a partir dali gera-se uma paixão avassaladora.Maria Eduarda se separa de seu marido e passa a morar em uma bela casa aos cuidados de Carlos,que ainda mora com o avô.Ao saber do amor do neto Don Afonso é completamente contra,principalmente tendo na memória o drama vivido por seu filho.

Ufa!Quanta coisa!Mas “Os Maias” é assim!Cheio de histórias e romances!Tudo que uma boa minissérie deve ter!

“Os Maias” é uma adaptação feita por Maria Adelaide Amaral do lindíssimo livro de Eça de Queiroz.Temos um elenco impecável com Fábio Assunção como Carlos Eduardo, Ana Paula Arósio como Maria Edurda, Leonardo Vieira como Pedro e grandessíssimo elenco.

 

Eu,como já assisti mais de seis vezes,gosto de destacar o figurino impecável,e a lindíssima fotografia,além de sets de filmagem originais,como Cintra(que é uma cidade linda!),acho interessante o tom amarelado que é constante em toda a série.Raros são os contrastes,mas quando eles existem,são lindos e comentados durante a narrativa como,por exemplo,a “sombrinha escarlate de Maria Monforte”.

 

Tenho certeza que “Os Maias” vai surpreender o público desavisado,além de encantar e cativar.

 

Havendo interesse eu indico totalmente o romance de mesmo nome de Eça de Queiroz que eu amo!


Antes de terminar,gostaria de lhes dizer que hoje eu sou frande fã de Fados,graças a essa Minissérie,quem tiver interesse busque o grupo Madredeus que é bárbaro!

 

Se você gosta de intrigas e paixões,”Os Maias” é a pedida certa.

20 de ago de 2012

Unha da Semana : Picolé




Não reparem na boa vontade da pessoa de limpar a unha,tinha acabado de passar o verniz ! 





Corzinha com gosto de verão né ? Foi amor a 1ª vista.

Boa semana pra todas !
xoxo :-)

15 de ago de 2012

"Quando o dedo aponta para o céu,o idiota olha o dedo"

Oi pessoal,tudo bom?

Fiquei devendo o poust de semana passada,né...muito feio da minha parte,desculpem-me.

Hoje eu quero falar de um filme que eu adoro;

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain( Le fabuleux destin d'Amélie Poulain ) 2001

Vamos conhecer a história de Amelie,uma menina que cresceu isolada das outras crianças,porque seus pais achavam que ela tinha um problema de coração,então foi alfabetizada em casa por sua mãe,que morre durante sua infância.
Quando se tornou adulta,Amelie mudou-se para o bairro de Montmartre em Paris onde passou a trabalhar como garçonete.
Certo dia,no banheiro de seu apartamento ela encontra uma antiga caixinha com brinquedos do antigo morador.Ela decide,então,procura-lo para entregar o seu  tesouro,de forma anônima e,depois de ver que ele chora com as lembranças daquela pequena caixa,Amelie reformula sua visão do mundo.
Após o acontecido,Amelie passa se dedicar a realizações de pequenos atos afim de tornar as pessoas mais felizes,o que dá um novo sentido a sua existência.
Em uma dessas ajudas,Amelie conhece um homem que muda completamente a sua vida.

Gente,eu acho esse filme lindo!Amelie(Audrey Tautou) é uma personagem tão sensível,que mescla a vida real com a de sua imaginação.Acho maravilhoso o fato de ser um filme narrado,fica com um ar antigo.

Um fato muito interessante é que na maioria das apresentações dos peresonagens fala-se as suas coisas preferidas.
Pode-se destacar também,que na fotografia desse filme existe uma sobreposição das cores vermelho e verde que disputam nossa atenção em vários momentos.O diretor(Jean-Pierre Jeunet),afirma que essas cores foram inspiradas no trabalho do pintor brasileiro Juarez Machado e também faz menção a Vincent van Gogh..
Além de muitos outros, O Fabuloso Destino de Amélie Poulain foi indicado ao Oscar em 5 categorias: Melhor Filme Estrangeiro, Melhor Direção de Arte, Melhor Fotografia, Melhor Som e Melhor Roteiro Original.
Tenho certeza que depois de assistir O Fabuloso Destino de Amélie Poulain,vocês também terão uma nova visão do mundo.

                              Impossível não se apaixonar com Amelie.

14 de ago de 2012

Unha da Semana : Meia Lua .

 Quem me acompanha pelo Instagram #segue lá @pris2cesa  sabe que a unha da semana embora esteja pequenininha :( é uma fofura ! A meia lua que está em "alta" graças ao remake de Gabriela e que vem ganhando seu espaço.

Meu Passo-a-passo.


Finalizada 

E ai ? Fariam ou não ?

xoxo :-)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
© Copyright 2035 A Vida Mais Cor de Rosa
Theme by Yusuf Fikri